Site de Monografia, TCC e Artigos Cientificos

Encomendas trabalho de especialistas

Ao clicar em “Continuar”, você concorda com nossos termos de serviço e política de privacidade. Nós iremos ocasionalmente mandar para você e-mails relacionados à promoções e à sua conta.

O Papel das Mulheres e dos Direitos das Mulheres no Egito

Amostra:

Durante séculos, as mulheres Egípcias estavam independente e individual de seus colegas do sexo masculino, permitindo, assim, a progressão do Egípcio mulheres do movimento de direitos. Notáveis figuras-chave nesta campanha gama de Cleópatra para Hoda Shaarawi, e estes influentes mulheres enfrentaram o adversário de instabilidade política em seus esforços para avançar os direitos das mulheres para as mulheres Egípcias. Por exemplo, Cleópatra enfrentou a política de circo, em um esforço para manter-se o único governante do Egito, e o seu romance e alianças militares com Júlio César e Marc Anthony solidificou seu status dentro da história Egípcia. No entanto, o envolvimento de ícones históricos para Cleópatra vida reflete as pressões externas que o Egípcio direitos das mulheres movimento enfrentou. Estas pressões externas também destacar a força por trás de internacionalização dos direitos das mulheres movimento. Especificamente, a combinação de internacionalização dos direitos das mulheres, com a turbulência política do Egito regrediu nacional de mulheres do movimento de direitos dentro do Egito. Ao longo de sua história, o Egito passou por três períodos de instabilidade política: sua colonização pelo Império Britânico, a revolução Egípcia de 1952, e, por último, o seu envolvimento com a Primavera Árabe, um período de protestos anti-governamentais em todo o Oriente Médio, e cada período de agitação política simboliza o efeito do internacional os direitos das mulheres no Egípcio nacional de mulheres do movimento de direitos.

A partir de 1882 a 1952, o Império Britânico controlou o Egito, e este imperialista gigante impostas seus costumes e crenças sobre sua nova conquista. A relação tumultuada começou devido ao fato de a Grã-Bretanha precisava desesperadamente de uma ligação para o comércio Asiático de mercado. Especificamente, Egito localização permitiu a esta colonialistic império para continuar a pilhagem de novos ambientes para recursos. No entanto, a relação entre o Egito e o Reino Unido, dependia de sua imperialista narrativa, como com o seu interesse no Canal de Suez. Com a abertura do Canal de Suez, a vida dos Britânicos drasticamente melhorada. A partir das alterações de seus mapas para simplesmente mais rápida de navegar hora para Bombaim, o Britânico manteve-se determinado a se tornar o acionista majoritário para o canal de Suez, para que eles outmaneuvered o francês. O imperialista do império interesse apenas cresceu exponencialmente a partir de que ponto, e, eventualmente, Britânicos controlavam o governo Egípcio de pessoal, finanças, e das forças armadas do país, refletindo a dominação completa que o Britânico apresentado sobre o povo Egípcio. Em um ponto, franceses e Britânicos chegaram a um acordo de que os Britânicos tirar o Egito, enquanto a França obtém o controle de Marrocos, Tunísia e Argélia. Por um momento, devido à I Guerra Mundial, os Britânicos aumentou seu controle imperial do Egito, mas após a Grande Guerra, o período de paz levou a um aumento exponencial do nacionalismo. Em vez de tentar resistir a boding Egípcio oposição, a grã-Bretanha começou lentamente a abrir mão do controle; no entanto, eles deixaram a sua marca no Egito, através de sua alteração de crenças, a estrutura económica, bem como o clima político do Egito.

A conquista do Egito pelos Britânicos não só impactou profundamente por Egípcia de direitos das mulheres e o movimento através de uma infinidade de maneiras diferentes, mas também refletir o impacto do internacional pelo direito das mulheres em movimento sobre o Egito. Durante todo o seu período de controle, o Britânico continuamente impostas seus ideais sobre o Egito, bem como as decisões eram tomadas em seu nome, sem o seu consentimento, semelhante ao internacional da mulher, a campanha de direitos. Comparativamente, este mundial de mulheres, movimento de direitos fornecidas orientações definitivas, em documentos como a Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres, que os países se esforçaram para alcançar. Por exemplo, o Artigo 5 os estados,

“Os estados partes tomam todas as medidas adequadas para:

(a) modificar os padrões sociais e culturais de conduta de homens e mulheres, com vista a alcançar a eliminação de preconceitos e costumes e todas as outras práticas que são baseados na idéia da inferioridade ou superioridade de qualquer dos sexos ou em papéis estereotipados de homens e mulheres”[1]

Dentro deste documento internacional, apela para a “modificação” de padrões sociais de cada país, reflete a falta de simpatia de uns para com as outras culturas. A internacionalização dos direitos das mulheres manteve uma dura, rígida do ponto de vista de que muitos países não conseguem atingir. Especificamente, a fundação que CEDAW tentaram acabar com os papéis de gênero em países como o Egito, mas, além disso, na realidade, simultaneamente progrediu e regrediu o Egípcio mulheres do movimento de direitos.

O egito enfrentou ainda uma outra agitação política, com a sua revolução de 1952, que simbolizava a ambiguidade do efeito do internacional de mulheres do movimento dos direitos sobre o Egípcio, o direito das mulheres de campanha. Esta revolta começou com a Livre Oficiais de Movimento, um grupo de oficiais do exército liderados por Muhammad Naguib e Gamal Abdel Nasser, tentando derrubar o atual regime, o Rei Farouk. No entanto, como a revolução avançava mais aspirações exponencialmente apareceu, tais como a abolição da monarquia. O rei Farouk, relutantemente, abdicou do trono e renunciou o poder ao General Muhammad Naguib, a figura do golpe de estado. Cumprindo suas promessas, os revolucionários redistribuiu terras, fechar os políticos por corrupção, e, em 1953, procedeu-se a erradicação da monarquia.[2] Além disso, após a revolução Nasser surgiu como primeiro-ministro com a remoção de Naguib. Sua usurpar do poder reflete um desejo de estabilidade após um período de incerteza em todo o Egito, e esta agitação política levou à progressão e de regressão para a sociedade Egípcia. Especificamente, com a revolução, o Egito recebeu a capacidade de reconstruir suas governamental que luta para satisfazer as necessidades das pessoas, em vez de permitir a contínua má distribuição de riqueza e de recursos dentro do Egito.

A internacionalização do direito das mulheres, simultaneamente, progrediu e regrediu o direito das mulheres no Egito, semelhante aos efeitos da revolução de 1952, no Egito. O avanço dos direitos das mulheres no Egito começou por volta de 1940, quando um grande número de organizações de mulheres foram estabelecidas.[3] Por exemplo, Madame Hoda Shaarawi estabelecido o Egípcio Feminista União (EFU), e a criação do EFU permitido para sua participação no internacional feminista conferências. Este icónico Egípcio feminista líder nomeadamente inspirado um grande número de mulheres, para revelar-se em todo o Egito; para a esclarecer, Sharaawi causado massa indignação especialmente com autoridades Egípcias em seu gesto quando ela através de seu véu para o mar. O simples ato de uma mulher derramando o seu véu reflete a perpétua luta para o Egípcio mulheres do movimento de direitos; o que significa que as mulheres estavam sendo liberado progressivamente, mas, simultaneamente, sendo oprimidos por normas sociais. Esta idéia pode também sido no Internacional das Mulheres, no Ano de 1975: A Mulher Egípcia em Duas Décadas, como ele afirma, “Grandes esforços foram exercidas durante as últimas duas décadas para grandes mulheres de muitos de seus privilégios, equiparando-os comigo em todos os partidos políticos, sociais, financeiros, culturais e esferas da vida.”[4] A idéia por trás das palavras, “grandes esforços”, pode ser quebrado duas em duas componentes, a legalização dos direitos das mulheres e a realidade para as mulheres dentro do Egito. Com as pressões internacionais de direitos das mulheres movimento, o governo Egípcio não só permitiram às mulheres maior acesso à educação e saúde, mas também mais oportunidades de emprego. Internacional da Mulher do Ano de 1975: A Mulher Egípcia em Duas Décadas destaca a evidência de que este avanço através de estatísticas, tais como, “Como pode ser visto na Tabela (9), há um rápido aumento na maternidade e centros de bem-estar da criança. Em áreas urbanas, estes centros aumentou de 79 em 1951/52 para 201 em 1970/71.”[5] Essas progressões drasticamente assistido direitos das mulheres nas áreas urbanas, mas para as áreas rurais, as mulheres viam o progresso em um ritmo mais lento, simplesmente devido ao seu ambiente. No geral, a internacionalização dos direitos das mulheres progrediu nacional de mulheres do movimento de direitos, mas, normas sociais, bem como os papéis de gênero atuou como restrições para completar a progressão.

As primaveras Árabes, o mais recente período de turbulência política para o Egito, reflete o impacto duradouro que as décadas de incerteza política tinha sobre o Egito, semelhante ao impacto que o internacional de mulheres do movimento dos direitos sobre o nacional Egípcia de direitos das mulheres e do movimento. Especificamente, as primaveras Árabes foi um período de anti protestos contra o governo, em todo o Oriente Médio no início de 2011. Em seu núcleo, este movimento enfatizou que um “profundo ressentimento para com o envelhecimento ditaduras Árabes, a raiva na brutalidade do aparato de segurança, o desemprego, a subida de preços, e a corrupção seguinte, a privatização de ativos estatais.”[6] As primaveras Árabes mostraram a profunda vontade de mudança sentida ao longo de todo o Oriente Médio. Ao invés do que o esboço de uma conclusão definitiva para a Primavera Árabe, a maioria das pessoas diria que suas ramificações estão ainda para ser visto. No entanto, as primaveras Árabes são rotulados como uma falha para aqueles que acreditavam que a mudança imediata viria. As pessoas acreditavam que a remoção de líderes corruptos em todo o Oriente Médio seria conduzido a uma melhoria da qualidade de vida, mas a crônica instabilidade da região adicionado uma pressão adicional para as economias locais. No entanto, a mudança não acontece durante a noite, e, às vezes, a alteração social ou a estrutura governamental não acontecem da forma que tem sido previsto.

Apesar de as primaveras Árabes refletir o status do Egito contemporâneo, as questões em torno das primaveras Árabes se correlaciona com os efeitos internacional de direitos das mulheres e o movimento nacional de mulheres do movimento dos direitos humanos em países como o Egito. Especificamente, o internacional pelo direito das mulheres esforçaram-se para a idéia de progresso contínuo para os direitos das mulheres, e muitos países, normalmente países Ocidentais, começou a adotar novas metas para seus países. Por exemplo, países como os Estados Unidos gravitaram em direção ideias, tais como a diferença de remuneração ou de igualdade de oportunidades de emprego, enquanto que outros países se esforçou para ajudar as meninas podem direito à educação. Além disso, o Egito fez mudanças significativas para melhorar os direitos das mulheres no seu país, mas eles colocam obstáculos, tais como os papéis de gênero dentro da sociedade Egípcia. Os papéis de gênero que subjugar as mulheres decorre de lei religiosa, ou Sha’ria lei, fornece uma estrutura patriarcal conjuntos de regulamentos que as pessoas em posição de autoridade no Egito tendem a aderir.

Do colonialismo e pelo Império Britânico para as primaveras Árabes, Egito, convulsões políticas, simbolizando os efeitos do internacional de mulheres do movimento dos direitos sobre o nacional de mulheres do movimento de direitos dentro do Egito. Além disso, Cleópatra representa a organização das mulheres em todo o Egito. De pé, como do Egito mais memoráveis de faraós, Cleópatra, utilizaram todos os seus recursos, de seu nome à sua sexualidade, para o avanço de sua carreira política; da mesma forma, o programa nacional de mulheres do movimento de direitos dentro do Egito utilizados todos os recursos disponíveis em sua luta pela igualdade com os seus colegas do sexo masculino. Esta feminino inesquecível ícone também navegou pressões externas durante o seu reinado. Algumas destas influências externas teve efeitos positivos sobre o Egito, enquanto outros agravado pré-existente de questões, e o internacional de mulheres do movimento de direitos, tanto progrediu e regrediu sociedade Egípcia. Especificamente, a progressão decorre de um melhor acesso à educação ou cuidados de saúde para as mulheres, e o internacional de direitos das mulheres e o movimento foi dificultado por normas sociais. No entanto, este movimento global desde stark rígidas diretrizes que não necessariamente atender as necessidades do Egito. Com isso dito, o internacional de direitos das mulheres e o movimento atua como uma plataforma para a troca de idéias para as mulheres internacionalmente, e continuamente falhar em seus esforços para estabelecer uma identidade coletiva para os direitos das mulheres movimento, porque cada país deve resolver as suas respectivas necessidades.

Precisa de ajuda profissional em seu trabalho? Conte com nossa equipe de profissionais capacitados para te ajudar em seu material
CONFIRA NOSSAS CARACTERÍSTICAS
QUALIDADE

Os nossos escritores possuem expertise em escrita acadêmica para poder te entregar o melhor trabalho. Formatação em padrão ABNT, APA, Vancouver.

CONFIDENCIALIDADE

Todas as informações sobre os clientes permanecem confidenciais e não são divulgadas a terceiros em nenhuma circunstância.

PREÇO BAIXO

OlaTCC.com.br – oferece o menor preço do mercado. Nosso preço começa em apenas R$5 por página!

APOIO

Tenha ajuda profissional quando você precisar. Você poderá sempre discutir o processo de escrita de um trabalho.

ZERO PLÁGIO

Nós só fornecemos trabalhos únicos, inteiramente escritos pelo próprio autor. Você está 100% protegido contra plágios.

COMO ISSO FUNCIONA
Faça um pedido

Configure uma conta e faça um pedido. É rápido e fácil.

Escolha um escritor

Procure a lista dos principais escritores de redação em sua área e comunique-se diretamente com eles antes de solicitar o trabalho.

Pagar

Veja o escritor digitar sua tarefa online. Pague somente após os parágrafos finais que incluem todas as suas revisões.

Alcançar sucesso

Receba o documento exatamente como você deseja e chegue ao grau que você planejou

TESTEMUNHOS
  • Maden Testemunhos

    A monografia ficou excelente e minha nota foi a melhor. Eu não consegui nem acreditar quando terminei minha apresentação e toda a banca elogiou meu desempenho.

    Maden H.
  • Testemunhos Janiel

    A cada dia me surpreendo com a qualidade dos serviços prestados. Os escritores são excelentes e eu só quero agradecer a toda equipe.

    Janiel K.
  • Helen Testemunhos

    Grande escritor! Fez exatamente o que eu precisava e terminou tudo com um dia de antescedência.

    Helen D.
  • Estel Testemunhos

    Este é o segundo documento estava novamente completo, outro incrível documento. Para qualquer trabalho que seja necessário do resto da minha carreira escolar até a gaduação, OlaTcc essa será minha escolha número um.

    Estel J.