Site de Monografia, TCC e Artigos Cientificos

Encomendas trabalho de especialistas

Ao clicar em “Continuar”, você concorda com nossos termos de serviço e política de privacidade. Nós iremos ocasionalmente mandar para você e-mails relacionados à promoções e à sua conta.

Os Papéis da Morte e da Mortalidade

Amostra:

Em Becuse eu Não Conseguia Parar de Morte por Emily Dickinson As Funções da Morte e da Mortalidade “, Porque eu não conseguia parar de Morte”Emily Dickinson “, Porque eu não conseguia parar de Morte” lida com duas inter-relacionadas mas distintas disciplinas: a morte e a mortalidade. O poeta apresenta estes temas como um fenômeno interligado, a fim de fornecer suporte para o poema do tema da morte ser inevitável, natural faceta da vida que merece aceitação. No início do poema, o alto-falante e a sua companheira, a Morte personificada como uma gentlemanlike sendo, são introduzidos (linhas 1-4). Apesar das circunstâncias que cercam o palestrante do encontro com a Morte, pode-se inferir, com base na dicção do alto-falante, de que o alto-falante não está desarmado no fato de que ela está morta (6-8). É através do uso de tom, juntamente com o simbolismo, que o poema utiliza os temas da morte e da mortalidade, para fornecer a base para o poema do tema da morte é parte inevitável da vida que precisa ser abraçado.

O poeta usa o alto-falante de som para desmistificar o tema da morte, para desempenhar papel fundamental no apoio ao poema do tema. Isto é conseguido através do poeta uso de linguagem simplista e travessão. O alto-falante tem um casual vocabulário que é desprovido de complexidade de palavras que podem conter vários significados com base em seu contexto particular (a palavra “amor” seria um exemplo de uma palavra que contém vários sentidos contextuais). A simplicidade do poema da língua não diminui a complexidade do poema tratamento dos temas da morte e da mortalidade em relação ao tema; em vez disso, essa dependência simplista redação aumenta a visibilidade do tema, retratando a morte, em particular, como um simples evento não são diferentes de outras fases da vida. Este assunto é especificamente mais afetados pela palavra do poeta escolha do que o seu homólogo devido a ser a principal preocupação da mortalidade. Enquanto a mortalidade está preocupado com o estado de morte, a morte é um fim em si mesmo, que está livre do ciclo de contemplação, que é leagued com a mortalidade. O poeta do uso da linguagem para definir o poema o tom de endereços a contemplação de mortalidade, tirando o medo longe de o ato de morrer, a pintura e a morte como uma ocorrência natural—essencialmente, desmistificando a morte. Por desnudamento morte de sua alteridade, o poeta do uso do travessão no lugar mais formal de pontuação (como vírgulas, ponto-e-vírgula, e períodos) mais leva os leitores a ver a morte como um processo natural da vida. O poema incorporação do travessão permite que o poema tenha a aparência de uma conversa, com a única pausa existente no final da primeira estrofe (4). Cada uso do travessão desenha ênfase para a linha que se segue ( “Na hora do Recreio—em Anel—/ passamos os Campos de Contemplar Grão—” [10-11]), sugerindo que, como o alto-falante relata o dia em que ela conheceu a Morte, ela é lembrar-se de detalhes que anteriormente, ela esqueceu. O emprego do travessão dá ao poema uma mais coloquial e informal disposição, permitindo o poema de tom para auxílio na normalização de morte. Este tratamento da morte traz a consciência para o poema do tema, estendendo uma explicação para o público como para a qual a morte não merecem ser temido, mas a abraçou.

Da mesma forma, o poeta usa o simbolismo para normalizar o tema da mortalidade, a fim de reforçar a presença do poema do tema. Como a Morte, a Carruagem passa a Escola “, onde as Crianças se esforçou” (9), os “Campos de Contemplar Grão” (11), e o “pôr-do-Sol” (12), o poema direciona a atenção para longe da Morte e o alto-falante e para estas imagens. O poeta usa aliteração em conjunto com substantivos próprios para trazer a ênfase dessas imagens para fins de simbolismo. Apesar do alto-falante de perceber as crianças brincando no pátio da escola, as crianças não notar o alto-falante ou de Transporte. Este distanciamento para o literal presença da Morte, propõe que, assim como a morte é uma parte inevitável da vida, assim é a continuação da vida depois que um só morreu. O símbolo do “Olhando de Grãos” e o “Setting Sun”, transmite uma posição idêntica. Embora o alto-falante ações familiar indiferença com as crianças da escola, os campos de cereais, e o pôr-do-sol, a repetição da frase “passamos” (9-12) parece implicar um com mais significado para o alto-falante na quarta estrofe (13). Assim como o Carro passa a jogar crianças em idade escolar, campos de cereais, e o sol, da vida mesmo é passar o alto-falante. Passando esses marcos, o assunto de mortalidade, especialmente a mortalidade da vida humana, é descrito como sendo tão comum como uma criança que brinca na escola, o crescimento de culturas, o pôr do sol. Esta representação de mortalidade como sendo irrelevante para a continuação da vida é como o poeta usa o ephemeralness da vida humana para reforçar a sensibilização do poema do tema.

Quando combinados, os temas da morte e da mortalidade sobreposição de construir as bases para o tema “Porque eu não conseguia parar de Morte”. Através de Emily Dickinson uso simplista de linguagem e pontuação para influenciar o tom do poema, a morte é desmistificada em uma ordinária do evento. Para normalizar o tema da mortalidade, o poeta utiliza o simbolismo do poema marcos para transmitir a simplicidade da natureza transitória da vida humana. Usando o tom e o simbolismo para representar a morte e a mortalidade comuns como a aspectos da vida, o poeta consegue demonstrar por que a morte merece ser encarado como uma parte inevitável da vida.

Precisa de ajuda profissional em seu trabalho? Conte com nossa equipe de profissionais capacitados para te ajudar em seu material
CONFIRA NOSSAS CARACTERÍSTICAS
QUALIDADE

Os nossos escritores possuem expertise em escrita acadêmica para poder te entregar o melhor trabalho. Formatação em padrão ABNT, APA, Vancouver.

CONFIDENCIALIDADE

Todas as informações sobre os clientes permanecem confidenciais e não são divulgadas a terceiros em nenhuma circunstância.

PREÇO BAIXO

OlaTCC.com.br – oferece o menor preço do mercado. Nosso preço começa em apenas R$5 por página!

APOIO

Tenha ajuda profissional quando você precisar. Você poderá sempre discutir o processo de escrita de um trabalho.

ZERO PLÁGIO

Nós só fornecemos trabalhos únicos, inteiramente escritos pelo próprio autor. Você está 100% protegido contra plágios.

COMO ISSO FUNCIONA
Faça um pedido

Configure uma conta e faça um pedido. É rápido e fácil.

Escolha um escritor

Procure a lista dos principais escritores de redação em sua área e comunique-se diretamente com eles antes de solicitar o trabalho.

Pagar

Veja o escritor digitar sua tarefa online. Pague somente após os parágrafos finais que incluem todas as suas revisões.

Alcançar sucesso

Receba o documento exatamente como você deseja e chegue ao grau que você planejou

TESTEMUNHOS
  • Maden Testemunhos

    A monografia ficou excelente e minha nota foi a melhor. Eu não consegui nem acreditar quando terminei minha apresentação e toda a banca elogiou meu desempenho.

    Maden H.
  • Testemunhos Janiel

    A cada dia me surpreendo com a qualidade dos serviços prestados. Os escritores são excelentes e eu só quero agradecer a toda equipe.

    Janiel K.
  • Helen Testemunhos

    Grande escritor! Fez exatamente o que eu precisava e terminou tudo com um dia de antescedência.

    Helen D.
  • Estel Testemunhos

    Este é o segundo documento estava novamente completo, outro incrível documento. Para qualquer trabalho que seja necessário do resto da minha carreira escolar até a gaduação, OlaTcc essa será minha escolha número um.

    Estel J.